1 2 3
Olá! Seja muito bem-vindo ao Ser Escritora! Um blog onde encontrará textos, resenhas de livros, autores, dicas e muito mais.

Ser escritor(a)

22/07/16

Eu ainda sou aquela que falava sobre amor!

Eu ainda sou aquela garota que falava sobre o amor. Aquela que dizia para todos que era forte, e não sofria por ninguém. Ainda sou aquela que um dia jurou que deixaria tudo para trás, mas que não conseguiu seguir seu caminho olhando para a frente.

Sou a mesma que amava você, de uma forma tão genuína e verdadeira, que nunca foi capaz de compreender o que se passava em seu coração. Aquela que lhe estendia a mão, e torcia para ainda fazer parte de sua vida, em um mundo de fantasia, onde duas pessoas tão certas uma para a outra, poderiam ficar juntas.

Eu sou aquela pessoa que se escondia atrás de uma muralha de gelo, para que não vissem a fragilidade que existia em sua essência tão amena. Sou a mesma que chama pela sua atenção, pois me importo contigo, quero a sua felicidade - mesmo que ela custe a minha.

Ainda não deixei de ser a pessoa que lhe escrevia cartas, mas nunca chegou a lhe entregar nenhuma, pois sempre as rasgava antes - a raiva me transmutava, mas a culpa não era sua, mas sim, minha. Eu era a culpada. Por ainda me permitir amar, onde o amor já me consumia.

Meu erro ainda era eminente, e por tantas vezes me senti culpada pelo que passou. Eu ainda tentava ser forte, mas toda vez que você me abraçava, meu mundo desmoronava outra vez. E eu já não sei com o que esse vazio deve ser preenchido.

Se é fome. Se é apreensão. Se é angústia. Se é amor!

Gosto de você. Amo você! O seu jeito tão singelo de ser você mesmo, ainda me fascina. Os seus gestos, o seu vocábulo, os seus maneirismos em sua fala. A sua voz - tão gostosa de ouvir -, o seu sorriso, o seu riso, as suas mãos - tão iguais às minhas -, o nosso jeito de sermos iguais, até mesmo na forma como sentamos na cadeira da cozinha.

Cada pequeno detalhe que me leva exclusivamente até você. Cada momento que me faz perceber que mesmo que tudo tenha mudado, ainda existe algo que permanece igual. No final, tudo retorna a você, e no modo como eu acredito que fomos desenhados da forma mais perfeita, um para o outro. Por mais que a vida nos mostre o contrário. Por mais que eu tente lutar, para fugir deste sentimento.

Por mais que eu deva me afastar, te quero a cada momento mais perto!

19/07/16

Há uma primavera em cada vida:


... é preciso cantá-la assim florida, pois se Deus nos deu voz, foi para cantar! E se um dia hei-de ser pó, cinza e nada que seja a minha noite uma alvorada, que me saiba perder...para me encontrar.... (Florbela Espanca). 

Bom dia! 

Hoje me deu uma saudade do tempo em que nos falávamos por e-mail. Assuntos que nunca se findavam, e sempre nos faziam um bem danado. Acredito que a vida tenha nos afastado, vagarosamente e de modo tão sorrateiro, mas, ainda temos bons motivos para permanecermos amigos, como sempre fomos. 

Ultimamente, não tenho nada de novo a contar. Percebi, mesmo a contragosto, que a vida está me tragando em pequenos frangalhos. Tenho estado exausta de mim, de minha vida, pois aquilo que permanece igual, não satisfaz uma alma de tamanha inquietude, tal como a minha. 

Tenho estado cansada, e até mesmo me afastado de pessoas que sempre me quiseram bem. Meu erro! Sempre fui o tipo de pessoa que gosta de ter um tempo sozinha, mas eu nunca gostei de, verdadeiramente, me sentir solitária. Existe uma beleza na dor, é ela a proveniente das minhas mais belas poesias. 

Mas, também existe algo de tão singular na alegria da vida. No amor que bombeia em nosso sangue. Na pureza de cada momento tão pequeno, que passa despercebido em nossos olhares desatentos. 

Eu ando tão tumultuada, que há poucos dias voltei a olhar para a luz que irradia do Sol. Quando saio pela manhã, ela aparece timidamente por trás das nuvens, mas durante a tarde, a beleza invade meus olhos, e me faz agradecer por mais um dia: o céu se mescla entre azul e rosa, e o sol vagarosamente desaparece. A cor se intensifica, até o tom mais escuro dar vida, e a lua tomar posse. 

Sei que pareço uma pessoa tipicamente de humanas, para você. Mas, corrija-me se eu estiver enganada: as maiores belezas da vida são aquelas que enxergamos com olhares de amor. 

Os sinos da Igreja tocam, como acontece a cada hora. Não fui para a missa, esse domingo que passou, mas ontem aproveitei para ir à Igreja, em meu horário de almoço, e rezar aos pés do Santíssimo. Eu estou mudando tanto, você sabe disso. Você sente isso! 

Ainda me pergunto o tipo de pessoa que eu pretendo ser, mas estou deixando que a vida me molde, segundo a sua maneira. Independente de onde eu for, ou o que me torne, não quero deixar de tê-lo em meus dias. 

Conte-me como estão as coisas contigo também! Aguardo seu retorno! 

Abraços, 

Ju. 

12/07/16

Teu cântico de Inverno


Minha voz
ficava rouca
sempre que o cálido inverno
anunciava sua vinda.

Meu coração
pesava ali dentro
em contrações espaçadas.
Ora de dor,
ora de alegria,
ora de amor,
ora de agonia.

Eu pouco sentia,
Oh, pobre eu!
Alma enorme
e coração pigmentado.

Eu muito sentia,
Oh, pobre alma gigantesca!
Não cabe dentro de ti,
tudo aquilo que lhe pesa.

Deixe-me seguir meu caminho,
sozinha.
Já não quero mais
seu cântico de inverno,
que veio como uma fagulha
no cerne
de meu ser,
mostrar-me que
já estou perdendo minha maestria!

16/06/16

Inevitável choque de realidade


Nos últimos dias, pensei em desistir de tudo. Desistir da escrita. Desistir da vida. Desistir de tudo o que me atingia tão friamente lá no fundo do peito, pois a minha maior virtude, é também meu pior pesadelo: eu tenho alma de poetisa.
E pensar como poeta (pior ainda: sentir como um), é ser constantemente exagerado em tudo. Sentir o peso do mundo recaindo em seus ombros, sem nada fazer. Sentir seus problemas desmoronando na sua frente, sem nada fazer. Sentir a incapacidade de fazer algo bom. Sentir-se constantemente um fracasso.
Mas, eis que um leitor (e grande amigo, atualmente), revela que na época em que conheceu meu blog, e que começamos a trocar e-mails, ele estava passando por tormentos profundos. E o suicídio era a única saída que ele conseguia enxergar.
Mas, quando a sua amargura veio de encontro com a melancolia dos meus textos, ele achou um pequeno refúgio. E, aos poucos, foi se recuperando. Aceitando a vida. Deixando de desistir.
E mesmo que eu pense inúmeras vezes em desistir de ser uma escritora, agora eu sei que alguém continuou a viver por causa das coisas que escrevo.
Que as pessoas que acham que ter sucesso é ser rico e mundialmente conhecido me desculpem, mas ter sucesso é saber que pelo menos uma vida respirou de forma mais amena por sua causa.
E quanto à isso, meu sucesso já foi atingido com êxito!

07/06/16

Divulgação Arwen

Olá, pessoas! Tudo bem com vocês? 

Dei uma sumida por aqui, mas logo teremos muito mais conteúdo. Eu tento organizar o blog, mas sou uma completa bagunça em mim mesma... Imagina com o resto do Universo? rs. 

Os lançamentos da Arwen nesse mês estão sensacionais. Vamos conferir? 

New Dream, Os Desafios da Vida - Fernando Ferraz
Sinopse
No norte da França, Albert descobre que a sua vida pode acabar em um instante. Em meio à luta pela sobrevivência, irá também tentar aprender a lidar com o perdão, o amor, a dor, o medo da morte e o desejo de ir a cada momento mais longe. Mas talvez nem todos os sonhos possam ser realizados...
O sentir do amor nada mais é do que a troca de intimidades, a força das atitudes que se tem.
Por isso, viva. Mostre seu lado mais lindo e não tenha constrangimento de ser o que você é. Amanhã tudo pode acabar.

Valor de pré-venda na Arwen Store: R$:22,90

Hoje é um dia Especial - A.C. Mendes
Sinopse
Um grande livro de bolso com reflexões e pensamentos curtos que auxiliam nas horas difíceis. Além de ajudar na tomada de decisões. Com uma inspiração no mundo corporativo, seus pensamentos podem, e devem, ser transportados para o dia a dia. Com temas que passam por exercícios, responsabilidade, ética e vida empresarial, Hoje é um dia Especial é um convite ao bem-estar.
Valor de pré-venda na Arwen Store: R$: 13,90

O Pescador de Vidas - Antonio Rondinell
Sinopse
Mas, o que é a justiça afinal?
Fé. Amor. Verdade.
Vértices de um triângulo onde encontra-se a Justiça. 
Thomás, Saulo e Diogo.
Irmãos, homens marcados por dons, traumas e objetivos diferentes.
Conheça e se encante com o Pescador de Vidas, um ser especial, capaz de tocar o coração do mais relutante dos homens. Mergulhe em um suspense instigante, onde nada é o que parece ser, nem quem parece ser. A luta pela vida, justiça e liberdade pode trazer à tona segredos e dores guardados por décadas. Está preparado para enfrentar sua face e descobrir seus mais obscuros segredos?
A Justiça pode ter muitas faces, algumas vezes é até mesmo confundida com vingança.
Valor de pré-venda na Arwen Store: R$:29,90

O filho da Natureza - Isis L.M.J
Sinopse
“Vocês já ouviram falar naquele ditado de que tudo o que vai, pode voltar? Então, vou lhes contar uma história e quem sabe assim poderão entender melhor as minhas palavras...”.
Em um passado não muito distante, a natureza decidiu varrer a humanidade da face da terra e assim deu-se início a um período de horror e devastação. Porém, uma pequena parcela da população sobreviveu, mostrando que não iriam desistir tão fácil.
Adaptando-se ao ambiente que se tornou radioativo, os humanos lutam pela sua sobrevivência, rendendo-se a um governo opressor que se formou a fim de restaurar a ordem, mas será que em meio ao caos é possível se ter ordem?
Um grupo “rebelde” acredita que não e eles são conhecidos como Os Filhos da Natureza. Sam, um garoto aparentemente normal, que vivia na Aldeia apenas como mais um trabalhador humilde a lutar pela sua sobrevivência, descobre coisas inacreditáveis ao receber uma missão de seu pai. Tais coisas podem mudar o futuro de toda a Nova Era. Será que ele vai conseguir dominar aquilo que está dentro de si? Será que Sam é um verdadeiro Filho da Natureza? 
Aventure-se por estas páginas e descubra junto com Sam que, para superar desafios, é preciso lutar e ser persistente.
“Eu nasci assim. Minha mãe ficaria orgulhosa ao ver que eu finalmente entendi o porquê de sermos chamados de Filhos da Natureza!”.
Valor de pré-venda na Arwen Store: R$:23,90

 

Código base por Thays Bueno, modificado por Emily Caroline. Tecnologia do Blogger.